You have completed 0% of this survey
Caution: JavaScript execution is disabled in your browser or for this website. You may not be able to answer all questions in this survey. Please, verify your browser parameters.

 

Bem-vindo(a)!

 

Vimos convidá-lo(a) a participar em um estudo sobre sexualidade ao longo do envelhecimento, conduzido por uma equipa de investigação do Centro de Psicologia da Universidade do Porto (CPUP) e do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS). O estudo insere-se no âmbito de um projeto do Programa Doutoral em Sexualidade Humana, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (SFRH/BD/146503/2019). 

Antes de decidir se aceita participar, é importante que compreenda os objetivos do estudo, de que forma eles serão atingidos, e de que forma poderá dar o seu contributo enquanto potencial participante. 

   

Objetivo: O presente estudo pretende avaliar de que forma se expressa a sexualidade de homens e mulheres portugueses com mais de 55 anos de idade, identificar potenciais fatores protetores do seu bem-estar e satisfação sexual e analisar o papel da sexualidade na satisfação com a vida.
 

De que forma posso dar o meu contributo? Se tem, pelo menos, 55 anos de idade, é independente na maioria das atividades de vida diárias (por exemplo, se é autónomo na manutenção da sua higiene pessoal) e se não apresenta problemas psicológicos ou médicos graves, poderá participar de forma voluntária no estudo. A participação no estudo envolve o preenchimento de um questionário com questões que abordam desde a saúde física e psicológica aos comportamentos sexuais nos últimos meses.
 

O que devo saber antes de participar? Para que o estudo seja o mais fiel à realidade atual, pedimos-lhe que responda com genuinidade e veracidade. Ao longo do preenchimento do questionário poderá sentir dificuldade em algumas questões. Contudo, seria importante que respondesse a todas as questões, mesmo quando não tem certeza de qual opção escolher, dando sempre a resposta que lhe pareça ser mais adequada. Agradecemos que tente responder a todas as questões, verificando que não deixa nenhuma questão em branco. 

O questionário é individual, pelo que deve ser respondido de forma autónoma. Considerando o conteúdo e a natureza pessoal do presente estudo, asseguramos-lhe que o questionário é totalmente anónimo, - o seu questionário será identificado através de um código alfanumérico (com letras e números) construído por si.
 

O estudo tem 3 momentos distintos (momento actual, 6 meses após a primeira participação, e 6 meses após a segunda participação). Para o efeito, caso pretenda participar futuramente no mesmo estudo, poderá disponibilizar o seu contacto no final do questionário - as suas respostas serão unicamente associadas ao código alfanumérico criado por si no início do questionário.  Garantimos assim o anonimato e a protecção de todos os seus dados. É livre de desistir deste estudo, parando o preenchimento deste questionário, ou decidindo posteriormente não responder aos questionários dos 2 momentos seguintes, sem quaisquer consequências para si.  

A resposta ao questionário inicial demora cerca de 15 minutos e o tempo de resposta aos questionários dos momentos seguintes será mais curto (cerca de 10 minutos). 

Como ou onde posso aceder aos resultados do estudo? Caso disponibilize o seu contacto, receberá os resultados do estudo por email. Os resultados poderão também ser acedidos na plataforma digital da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto ou por contacto direto através do email sexualidadenoenvelhecimento@gmail.com, com o qual também poderá entrar em contacto em caso de esclarecimento de dúvidas ou pedido de informações adicionais.

  

Muito obrigada pela sua colaboração!

 

 

 

 

 

 

 

 

Este inquérito é anónimo.

O registo das respostas ao inquérito não contém qualquer informação sobre a sua identidade, excepto se alguma pergunta do inquérito solicitar alguma identificação e a fornecer.

Se usou um código para aceder a este inquérito este código não será guardado junto com as suas respostas. O código é gerido numa base de dados separada e apenas é utilizado pelo programa para registar que concluíu o inquérito. Não há forma de relacionar os códigos dos convidados a participar no inquérito com as respostas dadas.